Salada de Feijão Frade

Uma salada muito versátil que pode ser comida assim mesmo ou como acompanhamento.

No tempo quente podemos comê-la fria ou morna e torná-la confortante no Inverno aquecendo-a.

De notar também que o feijão frade faz parte do grupo das leguminosas que contém nutrientes que nos fazem muito bem: proteínas, ferro, zinco, cálcio, vitaminas (principalmente do complexo B), carboidratos e fibras.

Assim sendo um nutriente que devemos incluir na nossa dieta.

Eu começo sempre por demolhar as leguminosas antes de as cozinhar; Porquê?

Porque demolhando-as ajuda a eliminar um ácido que elas contém (àcido fítico) que impede o nosso organismo de absorver correctamente o ferro e o zinco ;  Melhora também a absorção de outros nutrientes: proteínas, vitaminas do complexo B (muito importantes para a manutenção do nosso sistema nervoso).IMG_9447-2.jpg

Como cozê-las?

O primeiro passo depois de demolhá-las de um dia para o outro, descartar a água e lavar muito bem;

Numa panela de pressão acrescentar as leguminosas com o triplo da água e se tiver à mão uma uma tira de alga kombuacrescente porque comprovo por experiência própria que ajuda a eliminar a flatulência.  Desta vez não coloquei porque não tinha.IMG_9448-2.jpg

Depois de cozido, já temos uma cebola grande picada, assim como a salsa. Quem gostar também pode como eu fiz cozer um ovo e adicionar.IMG_9450-2.jpg

Misturar todos os ingredientes, temperar e “voilá” aqui está uma salada pronta para ser consumida!IMG_9456-2.jpg

Receita – 4 a 6 doses

Ingredientes

  • 500g de feijão-frade
  • 1 tira de alga kombu(opcional)
  • 1 cebola grande picada
  • 1 ramo de salsa picada
  • azeite e vinagre a gosto
  • sal e pimenta a gosto
  • 1 ovo cozido (opcional)

Preparação

  1. Demolhar o feijão de um dia para o outro;
  2. No dia seguinte cozer o feijão com uma tira de alga kombu(opcional) na panela de pressão, durante +/- 15 minutos depois de ferver. Acrescentar o sal no fim da cozedura.
  3. Quando o feijão já estiver morno ou frio, deitar numa tigela, misturar a cebola e a salsa, o azeite, o vinagre e temperar a gosto com sal e pimenta.

IMG_9452-2.jpg

Bom apetite!

Beijinhos e abraços

Ana

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.

 

Tarte de maçã

IMG_9548-2Setembro, a caminho do outono, embora não pareça, começamos a ter à nossa disposição as frutas de Outono, entre elas a maçã!

Assim sendo cá vai uma tarte recheada com maçãs reinetas. Uma boa maneira de comer a fruta.

Para a massa fui buscar a minha receita favorita da Lina Lomelino, da qual sou fã e  vou partilhar com vocês.

Então, o segredo é juntar a manteiga à farinha o mais fria possível e com as pontas dos dedos rapidamente fazer com que fiquem com um aspecto esfarelado.

seguidamente junte a água que também deverá  estar gelada, uma colher sopa de cada vez, para controlar melhor o liquido a incorporar. Convém fazer o processo sem trabalhar muito a massa, para não desenvolver o glúten. Saberá a quantidade certa de água quando  pegar na massa e ela não se colar aos dedos.

Depois de a cobrir vai ao frigorífico mínimo 1 hora, eu deixo sempre de um dia para o outro.

Posso fazer a massa com antecedência?

Sim pode preparar massa de tarte com dois dia de antecedência se a mantiver no frio. Envolva completamente em película aderente para não absorver os outros odores do frigorífico. Quando quiser utilizar a massa deixe pelo menos 10 minutos à temperatura ambiente para a poder estender.

Posso congelar a massa?

Sim, basta envolvê-la por completo em película aderente e introduza-a num saco de congelação hermeticamente fechado. Achate a massa antes de a congelar, para depois descongelar mais depressa. Não se esqueça de marcar a data de preparação. Para descongelar, transfira a massa do congelador para o frigorífico e deixe descongelar de um dia para o outro para a usar.

O recheio desta vez foi todo feito em cru: maçãs fatiadas misturadas com farinha canela, gengibre e noz moscada em pó.

Depois é forrar a tarteira com a massa rechear cobrir e levar ao forno!

Receita – +/- 8 pessoas

Ingredientes

Massa

  • 400g de farinha de trigo T65
  • 3 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de café de sal
  • 1/2 colher de chá de canela em pó
  • 275g de manteiga sem sal fria cortada aos quadrados
  • 5-7 colheres de sopa de água gelada

Recheio

  • 140g de açúcar branco
  •  90g  de açúcar moreno ou amarelo
  • 3 colheres de sopa de farinha de trigo T65
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de café de gengibre em pó
  • 1 colher de café de noz moscada
  • 6 maçãs à escolha descascadas e fatiadas finas
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • 1 clara de ovo
  • açúcar para polvilhar a tarte

Preparação

Massa

  1. Misture a farinha, o açúcar, o sal e a canela numa taça. Junte à farinha a manteiga. Trabalhe a farinha e a manteiga com as pontas dos dedos até a massa esfarelar.
  2. Adicione a água gelada(1 colher de sopa, e junte mais,aos poucos,( se a massa estiver muito seca) e misture com um garfo até estar toda ligada formando uma bola.
  3. Cubra a massa com película aderente, achate-a um pouco e envolva-a completamente com a película. Leve ao frigorífico durante pelo menos 1 hora, de preferência de um dia para o outro.

Recheio

  1. Numa taça pequena, combine os açúcares, a farinha e as especiarias; reserve. Noutra taça grande misture a maçã fatiada com o sumo de limão junte o que reservou na taça pequena e misture tudo bem com cuidado para não esmagar a maçã.

Montagem e cozedura

  1. Pré-aqueça o forno a 225Cº
  2. Estenda um pouco mais de metade da massa numa superficie polvilhada com farinha, forre a tarteira , verta o recheio e a colher se sopa de manteiga em pequenas “nozinhas”. Leve ao frigorífico enquanto prepara a base para tapar a tarte.
  3. Forre o cimo da tarte e leve ao congelador 15 minutos.
  4. Antes de a levar ao forno, bata ligeiramente a clara de ovo, só até fazer espuma e pincele o cimo da tarte, polvilhe com um pouco de açúcar e coloque no forno na prateleira mais baixa durante 20 minutos. Reduza a temperatura para 175 ºC e deixe cozer mais 40 minutos, até o recheio borbulhar. Se a cobertura começar a escurecer demasiado antes do final da cozedura, cubra-a com folha de alumínio.
  5. Tire a tarte do forno e deixe-a arrefecer completamente.

IMG_9549-2

Bom apetite!

Beijinhos e abraços

Ana

Esta tarte acompanha bem uma bola de Gelado de baunilha

Pode espreitar aqui outras tartes:

Tarte de cheesecake com morangos e pistachios

 Tarte de nectarinas e frutos vermelhos

Bakewell Tart

Tarte de Snickers

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.

 

Gelado de baunilha

Este gelado é muito simples e rápido de fazer, e não precisa de máquina de fazer gelados.

Leva apenas 3 ingredientes,IMG_9214 e 10 minutos de preparação. O difícil é esperar umas horas enquanto ele está no congelador a solidificar.

Com ele podemos comer simples,  adicioná-lo a uma tarte, um crumble(bolo crocante) ou juntar fruta.

67399040-9CE4-4BCA-8054-6FD7F25EBED6

 

Receita

Ingredientes

  • 500g de natas
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 paus de baunilha
  • 1 colher de chá de extracto de  baunilha (opcional)

Preparação

  1.  Abra os paus de baunilha e retire as suas sementes.
  2. Numa tigela comece por bater as natas, só até meio termo e junte as sementes de baunilha e caso queira uma colher de chá de extrato da mesma para intensificar o sabor, continue a bater até ficar volumosa e formar picos. cuidado para não bater de mais pois começa a transformar-se em manteiga.
  3. Acrescente o leite condensado e com a batedeira no minimo ou até à mão, misture  até ficar tudo incorporado.
  4. Coloque dentro de um recipiente hermético e leve ao congelador, minimo umas 4 horas. Eu deixo de um dia para o outro.

2-2

Bom apetite!

Beijinhos e abraços

Ana

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.

 

Bacalhau albardado à moda de Bucelas

 

7EECF55D-EA05-457B-8041-EE6BE0DF9263-2

Bacalhau albardado é um prato  da culinária de Portugal, em que os pedaços de bacalhau demolhado são fritos  numa massa de farinha, muitas vezes servidos com salada de alface, foi o caso deste à moda de Bucelas.

Como se faz este bacalhau?

Convém confeccionar com umas postas de bacalhau altas já que depois de levar uma fervura, vamos fazê-lo em lascas grandes mas não muito grossas. Seguidamente passamos as lascas por uma polme feita com farinha, ovo, água e azeite. Depois é só fritar em óleo quente e servir com uma salada verde. Eu como sou gulosa ainda juntei umas batatas fritas palha feitas aqui na cozinha!

 

D6C2C633-B7D1-421C-8C0B-72174EE47E64-2

Receita

Ingredientes

  • 700g de bacalhau demolhado
  • 150g de farinha de trigo T55/T65 sem fermento
  • 1dl água morna
  • 1 ovo
  • 1 ramo de salsa
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal e pimenta qb
  • Óleo para fritar

Preparação

  1. Coze o bacalhau em água a ferver durante 18 minutos.
  2. Depois de retirar a pele e as espinhas faz lascas grandes e enxuga-as num pano.
  3. Numa tigela funda, junta a farinha com a água e com o batedor de claras mexe bem para não fazer grumos, junta-se o azeite, o ovo batido e tempera-se com sal e pimenta a gosto.
  4. Deita na polme as lascas de bacalhau envolvendo muito bem com cuidado para não desfazer as lascas.
  5. Numa fritadeira aqueça o óleo e vai fritando, colocando depois de fritas em papel absorvente.
  6. Serve acompanhado de uma salada verde e batatas fritas palha.

Bom apetite!

Mais receitas da região de Bucelas:

  Pudim tradicional limão/ traditional lemon pudding 

Mais receitas de bacalhau:

Bacalhau com natas

Beijos e abraços

Ana

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.

 

 

Tarte de cheesecake com morangos e pistachios

D8DAD176-5B20-4E63-98EA-D5D22F346A54-2

Esta tarte pareceu-me perfeita para aproveitar uma lata quase inteira de leite condensado que me sobrou quando fiz o doce em camadas de limão e morango

Desta vez dei forma ao queijo creme e ao leite condensado, colocando-os dentro de uma base feita de biscoitos de manteiga e pistachios numa forma de tarte. No cimo decorei com frutos da época, morangos e pistachios partidos.

Receita

Ingredientes

Base

  • 315g de bolachas de manteiga
  • 25g de pistachios descascados
  • 60g de manteiga sem sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar moreno

Recheio

  • 450g de queijo creme à temperatura ambiente
  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres de sopa de sumo de limão
  • 2 folhas de gelatina
  • 1 colher de café de extracto de baunilha

Preparação

Base

  1. Pré aqueça o forno a 180C.
  2. Triture os pistachios e as bolachas, no robot de cozinha ou similar e coloque numa taça funda.
  3. Derreta a manteiga e deite para a taça misturando tudo muito bem. Seguidamente deite o preparado para uma tarteira distribua e pressione-o muito bem na base e lados da tarteira.
  4. Leve ao forno só por 8 minutos, retire e deixe arrefecer.

Recheio

  1. Enquanto a base arrefece, demolhe as folhas de gelatina. Na batedeira com a ponta de bater as claras, misture o queijo creme com o leite condensado até obter um preparado cremoso e homogénio.
  2. Acrescente as folhas de gelatina já derretidas em banho maria ou no microondas, o sumo de limão e o extracto de baunilha e bata mais um pouco, até estar tudo misturado.
  3. Coloque o preparado por cima da base de biscoito que já deverá estar fria e ponha no frigorífico, mínimo 6 horas, ou durante a noite até ao outro dia.
  4. Decore com morangos e pistachios partidos.

 

Bom apetite!

Se gosta de cheesecakes também poderá espreitar:

Cheesepretzel de morango

Cheesecake de Brigadeiro

CheeseCake de Oreos Chocolate e Baunilha

Beijos e abraços

Ana

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.

Receita adaptada de Dev Amadeo

 

Entrecosto frito com arroz de cebola

Uma receita simples, rápida, fácil e cheia de sabor.  Se se lembrar no dia anterior à noite temperar o entrecosto e cozinhá-lo no dia seguinte ainda melhor.

C9B5BE88-6B51-4D05-A7C8-785C8C18F4A3-2

O arroz que o acompanha fiz à  crioula e depois foi só acrescentar o resto dos ingredientes.

B24AAEE8-5948-4382-A20E-F4C22EC0E67E-2

Receita – 4 pessoas

Ingredientes

entrecosto

  • 1,5 kg de entrecosto aos pedaços
  • 3 dentes alho picados
  • 1 colher de sopa de colorau
  • 2 folhas de louro
  • sumo de 1 limão
  • sal pimenta e molho picante qb
  • 3 colheres de sopa de banha
  • gomos de laranja e limão para acompanhar

arroz de cebola

  • 300 g de arroz à crioula
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 cubo de caldo de galinha
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • salsa picada qb

Preparação

entrecosto

  1. Temperar no dia ou no dia anterior o entrecosto com os alhos picados, o colorau, o louro, o sumo de limão, sal pimenta e picante (opcional).
  2. Leve ao lume uma frigideira grande e larga com a banha. Deite o entrecosto e deixe corar bem. Retire do lume, coloque num prato e decore com gomos de laranja e limão.

arroz de cebola

  1. Leve ao lume um tacho com o azeite e deixe aquecer. Adicione a cebola, os alhos, o cubo de caldo de galinha desfeito. Mexa, deixe alourar e misture o arroz. Tempere com sal e pimenta a gosto, tendo presente que o caldo de galinha já tem um pouco de sal. Retire do lume coloque numa tigela e polvilhe com salsa picada. Sirva de imediato com o entrecosto.

Bom apetite!

Beijos e abraços

Ana

E1AF9273-E5C2-402C-87BB-C45A8A4FF3D7-2

Se fizer esta receita e achar bem, tire uma foto e tag no instagram em #acozinhadaanikas.

receita adaptada da revista Teleculinária mensal

Doce em camadas de limão e morango

Com calor, nada melhor que um doce fresquinho de colher, para saborear ao longo deste verão 2019, pelo que se notícia irá ser bastante quente.

Este doce vi na Lindsay do blog life love and sugar e pelos seus ingredientes, fiquei logo com a receita debaixo de olho para o fazer assim que tivesse oportunidade.

O calor mais umas claras que precisavam de ser usadas trouxeram a oportunidade! Um doce fácil de confeccionar e montar, ficando sempre bem na nossa mesa ou na mesa de uma celebração.IMG_9077-2

 

Como se faz este doce?

Este doce é constituído por camadas de: bolo de claras, creme de limão, morangos fatiados e creme de chantilli com queijo marcarpone.B3BA36C7-E644-498C-84AE-DD543D1FBB1D-2

Pode adiantar todos os elementos e depois montá-los no próprio dia. Eu fiz o bolo no dia anterior. O bolo é um bolo de claras açúcar e pouca farinha. Eu fiz esta minha receita não lhe acrescentando o colorante e o extracto de framboesa.E0C71254-D0A5-4C45-8AB6-48F1CA54EA19-2

O creme de limão é feito principalmente  de queijo creme, natas e limão. Tem um truque! Para que o creme saiba bastante a limão sem ficar demasiado fino com o seu sumo, acrescentamos sumo a um pouco de leite condensado e irão reparar que o ácido do limão vai coalhar o leite e engrossar o creme.

No creme de natas batidas com queijo mascarpone, não arrisquei e estabilizei-o com 2 folhas de gelatina. Sei que muitas pessoas não gostam do sabor a gelatina mesmo sendo neutro, eu não me queixo e prefiro do que ficar com um creme deslaçado passado algum tempo. Deixo as folhas de gelatina como opção.

Montagem

Com os elementos todos preparados, numa tigela grande e bonita, montar pela seguinte ordem:

  • bolo
  • creme de limão 1/2
  • os morangos
  • creme de natas batias e queijo mascarpone 1/2
  • bolo
  • o que sobrou de creme de limão

Decorar com o que sobrou do creme de natas batidas de queijo mascarpone; Num saco de pasteleiro com uma ponta de estrela, fazer rosetas e no cimo decorar com metades de morango. Ainda pode colocar umas metades de rodelas de limão no espaço que sobrar.

Receita – 10/12 pessoas

Ingredientes

Creme de limão

  • 75g de leite condensado
  • sumo e raspa de um limão grande ou 2 pequenos
  • 450g de queijo creme temperatura ambiente
  • 120g de açúcar
  • 2 colheres de sopa de natas ácidas
  • 300ml de natas para bater frias
  • 84g de açúcar em pó
  • colorante gel amarelo (opcional)

Creme de natas batidas e queijo mascarpone

  • 250g de queijo mascarpone – tirado do frio 20 minutos antes de fazer o creme
  • 300ml de natas para bater frias
  • 84g de açúcar em pó
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha
  • 2 folhas de gelatina incolor(opcional)

Mais

  • um bolo de claras cortado aos quadrados +/- 430g
  • 500g de morangos cortados às fatias – deixar 6/8 para decorar

Preparação

  1. Numa tigela pequena junte a raspa e o sumo de limão com o leite condensado e reserve.
  2. Numa tigela maior, bata o queijo creme com o açúcar até este ficar dissolvido, junte as natas ácidas, bata mais um pouco até obter um creme fofo.
  3. Junte o leite condensado com o limão e misture bem até obter novamente um creme fofo.
  4. Noutra tigela bata as natas com o açúcar em pó, até estas ficarem espessas, cuidado para não bater demais e transformá-las em manteiga.
  5. Junte com uma espátula ao preparado anterior sempre com movimentos debaixo para cima. Coloque algumas gotas de o gel colorante (4/5) se for sua opção e com os mesmos movimentos cuidadosos, misture até a colorir o preparado todo por igual.
  6. Reserve no frio e comece a preparar o creme de natas batidas com o queijo mascarpone.
  7. Caso opte por colocar a gelatina no creme, demolhe-as em água fria durante uns minutos e seguidamente derreta-as por uns segundos num pequeno púcaro em lume brando e reserve.
  8. Numa tigela grande bata cuidadosamente o queijo mascarpone até este ficar em creme. São apenas alguns segundos, se o bater de mais vai deslaçar. Bata as natas com o açúcar, até ficarem espessas.
  9. Antes de juntar as natas batidas ao queijo, junte a gelatina e o extracto de baunilha misturando cuidadosamente. Só depois e também com movimentos suaves de baixo para cima juntar as natas batidas, até obter um creme fofo. Reserve no frigorífico.
  10. Corte o bolo aos quadrados, e os morangos em fatias, reservando alguns para decorar.
  11. Numa tigela bonita que vá à mesa, fazer a montagem do doce, como descrita acima na montagem.
  12. Reserve no frigorífico até uns 20 minutos antes de servir.

IMG_9093-2

Bom apetite!

Beijinhos e abraços

Ana

Se resolver abarcar nesta aventura e achar bem, tire uma foto e tag em #acozinhadaanikas no instagram, adorava ver como ficou.